Principal Notícias Projeto de pesquisa quer tornar Frutal referência na produção de abacaxi
Projeto de pesquisa quer tornar Frutal referência na produção de abacaxi PDF 

tocantisUm projeto coordenado pela pesquisadora da UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais), Claudia Kazumi Fujita, visa fomentar a cultura de abacaxi no Triângulo Mineiro e tornar Frutal novamente referência na produção do fruto. Após firmar parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura, EMATER e SEBRAE, foi dado o primeiro passo visando atingir esse objetivo. Recentemente, representantes das quatro instituições fizeram uma visita técnica no estado de Tocantins, pólo nacional na cultura de abacaxi.

A pesquisadora da UEMG explica para desenvolver a idéia, ela buscou parcerias e traçou metas para alavancar a abacaxicultura. “O primeiro passo para implantação do projeto de ‘Pesquisa, Gestão e Desenvolvimento Tecnológico Para a Cultura de Abacaxi no Triângulo Mineiro’ foi essa viagem que fizemos para Tocantins, onde avaliamos o plantio da cultura lá e pudemos comparar com a nossa região. Nós percebemos que Frutal é uma referência e não deixa nada a desejar”.

A próxima etapa da pesquisa vai ser a realização de um dia de campo no município de Frutal. O objetivo é incentivar o produtor rural a investir em abacaxi e ajudá-lo a superar as dificuldades. “O abacaxi faz parte da identidade cultural do município, por isso estamos trabalhando para trazer melhoria tecnológica e inovação para que a cultura não sucumba”, ressalta a pesquisadora.

Segundo o secretário de Agricultura, Rodolfo Pedro Victor, todo bom projeto que beneficie o produtor rural vai ser apoiado pela Prefeitura. “Nós vamos dar todo o suporte necessário para o desenvolvimento dessa pesquisa. Tanto na questão econômica quanto social, o abacaxi é uma cultura extremamente importante para o município, por isso estamos engajados. Nossa missão técnica foi muito proveitosa, trocamos experiências e buscamos resultados que implantaremos aqui no futuro”, afirma.

O gestor do SEBRAE de Frutal, André Fonseca, destaca que o papel da instituição é amparar o produtor rural a investir no município. “A missão do SEBRAE é o apoio a micro e pequena empresa, e nós entendemos que o produtor é um empresário e queremos que ele se enxergue assim, pois eles também geram a economia da cidade. Nossa intenção é fazer com que esse produtor tenha uma visão cada vez mais empresarial e progrida na sua atividade”.

De acordo com o engenheiro agrônomo da EMATER, Joel Couto Ferreira, a missão técnica foi uma grande oportunidade de aprender  novos métodos do plantio da fruta. “Nós percebemos que o abacaxi cultivado em Tocantins além de ser muito saboroso, tem poucas doenças e praticamente não tem pragas. Aprendemos muito sobre abacaxicultura, agora nós vamos adaptar as tecnologias que eles usam lá para que Frutal volte a ser referência”, destaca. (Assessoria de Imprensa da Prefeitura)