Modalidades de Ensino PDF 
Modalidades de Ensino | Educação - Prefeitura Municipal de Frutal

A Secretaria Municipal de Educação oferece a Educação Infantil como primeira etapa da Educação Básica, respeitando sua finalidade primordial que é o desenvolvimento integral da criança até cinco anos de idade. Considera que o acesso das crianças às instituições de Educação infantil vai além da necessidade de seus pais terem um lugar onde deixar as crianças para que possam trabalhar. A boa formação nos primeiros anos de vida da criança é fundamental na composição de um ser mais equilibrado, emocional e intelectualmente. A família é considerada componente essencial no campo educacional, junto com as instituições de educação infantil, visando a “complementaridade entre as instituições de Educação Infantil e a família”, como trata a própria legislação da área.

O Educar, o Cuidar e o Brincar são considerados os pilares que sustentam a Educação Infantil, sendo eles indissociáveis, e aplicáveis em todos os momentos. Nas instituições que oferecem Educação Infantil, a criança tem oportunidade de trabalhar as diversas linguagens, o raciocino e o lúdico, o que é de fundamental importância para aquisição e construção do conhecimento. Nesse período da infância, a consciência corporal, os valores e a compreensão do comportamento da própria criança e de seus pares, fazem parte de todo o processo.

A equipe pedagógica da Secretaria de Educação e a Equipe Coordenadora das Instituições Infantis Municipais têm como embasamento teórico, para o desenvolvimento de seu trabalho, as Diretrizes Curriculares Nacionais, RCNEI - Referencial Curricular Nacional da Educação Infantil – 2002, Parâmetros Nacionais de Qualidade de Educação Infantil - 2008, Indicadores da Qualidade da Educação Infantil - 2009.

A SME acompanha o trabalho com a Educação Infantil através de visitas semanais, estudos, reflexões, reuniões e módulos com os profissionais que trabalham diretamente com as crianças. As equipes pedagógicas discutem e estudam documentos, textos referentes a Educação Infantil, trocam experiências, oportunizando um crescimento dos educadores envolvidos no processo de ensino-aprendizagem dessas crianças. Nesse sentido, coloca como mediadora do processo de ensino-aprendizagem, tendo como objetivo organizar e acompanhar as Instituições de Educação Infantil, olhando-a sob diferentes ângulos, valorizando, capacitando e orientando o profissional da Educação de Educação Infantil. Presta ainda importante apoio às instituições filantrópicas, através do repasse de recursos, cessão de servidores e suporte pedagógico.

ENSINO FUNDAMENTAL

Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a educação, dever da família e do Estado, inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Ela abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais.

O Ensino Fundamental, com duração mínima de nove anos ( de acordo com a nova Legislação – Lei 11.274 de 06/02/2006), obrigatório e gratuito na escola pública, terá por objetivo a formação básica do cidadão, mediante:


I - o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo;


II - a compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade;


III - o desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores;


IV - o fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social.

Ainda que se considere a expansão das vagas como condição fundamental para a garantia do direito à educação, é no âmbito das prá­ticas pedagógicas que a instituição educati­va pode tornar-se ela mesma expressão ou não desse direito. Para que esse direito se cumpra, a SME procura atender e orientar através de reuniões pedagógicas, módulos, visitas às escolas, troca de experiências, com base na Legislação vigente, seguindo as orientações da Secretaria do Estado e Educação, através da Superintendência Regional de Uberaba.

ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS INICIAIS

 

A Rede Municipal de Ensino de Frutal oferece o Ensino Fundamental de nove anos, sendo os anos iniciais do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, em que do 1º ao 3º ano formam o Ciclo de Alfabetização e 4º e 5º anos, o Ciclo Complementar. Essa modalidade de ensino é oferecida nas escolas urbanas e rurais de nosso município, todas com assessoramento pedagógico da equipe da Secretaria Municipal de Educação que busca atingir uma das metas estabelecidas pela SEE/MG: “Toda criança lendo e escrevendo até os oito anos de idade.”

 

As práticas pedagógicas têm como embasamento teórico os PCNs (Parâmetros Curriculares Nacional), Cadernos do CEALE, Guia do Alfabetizador, Guias do Especialista, Caderno de Boas Práticas – Diretor, Supervisor e Professor e outros.

 

As escolas municipais participam, além das avaliações internas, das Avaliações Externas – PROVINHA BRASIL e PROVA BRASIL/SAEB, PROEB e PROALFA/SIMAVE e têm apresentado resultados com crescente progresso na Escala de Proficiência das mesmas. A SME, juntamente com as equipes escolares, visa atingir os objetivos propostos pelo MEC, SEE/MG e SRE/UBERABA - tendo como foco principal a ALFABETIZAÇÃO E O LETRAMENTO.

 

 

ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

 

A SME de Frutal oferece os anos finais - 6º ao 9º ano – do Ensino Fundamental de nove anos nas escolas municipais da zona rural, cuidando para que todos esses objetivos sejam respeitados e atingidos através da orientação e do apoio pedagógico, realizando momentos de reflexão, estudos em módulos e reuniões, troca de experiências que possibilitam, de acordo com os Parâmetros Curriculares:

    • rever objetivos, conteúdos, formas de encaminhamento das atividades, expectativas de aprendizagem e maneiras de avaliar;

    • refletir sobre o porquê, o para quê, o quê, como e quando ensinar e aprender;

    • refletir sobre a prática pedagógica tendo em vista uma coerência com os objetivos propostos;

    • preparar um planejamento que possa de fato orientar o trabalho em sala de aula;

    • discutir com a equipe de trabalho as razões que levam os alunos a terem maior ou menor participação nas atividades escolares;

    • identificar, produzir ou solicitar novos materiais que possibilitem contextos mais significativos de aprendizagem;

    • subsidiar as discussões de temas educacionais junto aos pais e responsáveis.

De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais, busca intensificar, entre os educadores do nosso País a discussão da prática e do posicionamento frente as mais diferentes questões, educacionais, econômicas, políticas e sociais.

 

As práticas pedagógicas tem ainda como embasamento teórico os Conteúdos Básicos Comuns(CBC) – oferecidos pela Secretaria de Estado de Educação, contendo orientações e diretrizes para o trabalho a ser desenvolvido com os alunos do 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental. As turmas dos anos finais do EF funcionam nas escolas rurais, no período vespertino.

EJA - EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

A educação de jovens e adultos é destinada àqueles que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no ensino fundamental e médio na idade própria. No município de Frutal, esta modalidade de ensino é oferecida em várias escolas urbanas e rurais, possibilitando a diversos alunos concluírem seus estudos, conciliando o trabalho e a escola. Particularmente, o CESU “Isolina de Carvalho” e a E. M “Necime Lopes da Silva”, contemplam o maior número de alunos matriculados na educação de jovens e adultos.

ENSINO MÉDIO


A Secretaria Municipal de Educação oferece essa modalidade de ensino no Centro de Estudos Supletivos em Frutal e no Distrito de Aparecida de Minas, destinado aos alunos que não tiveram a oportunidade de concluir o Ensino Fundamental e/ou médio na idade própria.

 

Lista de Bens Inventariados de Frutal

clique aqui